feminismo · Sem categoria

A geração de mulheres livres

tumblr_naumn9ss7A1tx5va1o1_1280

Há um bom tempo venho observando o comportamento de várias garotas nas redes sociais em relação ao empoderamento, principalmente no facebook, assim como noto o quanto o feminismo vem sendo discutido na internet, jornais e programas de tv, seja de maneira positiva ou negativa essa palavrinha vem ganhando bastante notoriedade.

Há alguns anos atrás, nem sabia o que era o tal do feminismo, minhas amigas também não, porém de uns tempos pra cá tem uma coisa que tem me enchido de orgulho: abrir meu facebook e ver muitas meninas feministas, meninas que estudaram comigo e que também não conheciam o movimento, meninas que esbarrei na rua poucas vezes e que o feminismo nos aproximou, tem meninas que ficaram próximas através de brigas e hoje o feminismo une o que um dia poderia ter sido ódio, essa tem sido uma geração feita de mulheres livres, mulheres mais seguras com seus corpos, mulheres prontas para falarem não, mulheres prontas para identificarem e saírem de relacionamentos abusivos, mulheres apaixonadas pelo que vê no espelho, mulheres que assumem quem são. Além de todas essas, as garotas “anti-feminismo” de certa forma também me causam certa alegria, afinal, não é porque pensamos diferente que eu desejo coisas ruins, o fato delas estarem se sentindo bem consigo mesma, que tenham autoridade sobre seus corpos já me deixa contente, porque mesmo dizendo não ao movimento, são garotas que também estão se empoderando, talvez pela emancipação feminina estar sendo tão discutida, mesmo sendo contra, o feminismo as afetou de forma oculta e positiva.

Sabe, eu tenho achado lindo ver tantas garotas que viviam de chapinhas e progressivas, não que eu condene, afinal, também uso chapinha, mas garotas que só se sentiam bonitas alisadas, hoje voltando aos cachos, voltando ao crespo, e amando todo seu volume como a coisa mais preciosa do seu corpo, meninas mandando ver nas saias, shortinhos e vestidos e nem ligando para o que falam sobre seus corpos, meninas que não aturam desaforo de machistas e reclamam mesmo.

Ouvimos dizerem que essa geração está chata, que é muito mimimi, na realidade não está chata, nós só estamos mais informadas, aprendemos que nosso corpo é só nosso e aprendemos que revista nenhuma nos põe pra baixo, que homem nenhum ergue a mão pra gente e que listras é para todo mundo que se sentir bem usando listras.

Portanto, independentemente das ideias que você leve na sua vida, continuem assim, amando seus corpos, dizendo não quantas vezes forem necessárias e ajudando umas as outras, eu não me importo que você não seja feminista, mas eu me importo se você está em um relacionamento abusivo e não consegue sair dele, não importa nossa crença, não somos rivais, somos irmãs!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s