saúde · sustentabilidade · Veganismo

1 ano sem carne

Desde muito cedo o vegetarianismo é algo que rondava meus pensamentos, na verdade eu nem sabia o nome das pessoas que não comiam carne, eu só sabia que aos 6 anos eu não queria comer animais porque achava muito cruel, eu sempre vivi na zona rural, no lugar onde eu morava desde criança via meus vizinhos matarem bois, cabritos, porcos, galinhas e aquilo me deixava péssima. Tentei parar de comer carne duas vezes e falhei, aguentei uma semana e depois voltei a comer, eu não queria, mas pensava demais em “como vou fazer quando sair? e ir na casa de fulano? mas eu gosto tanto de comer tal coisa”, pensava demais com o estômago e acabava falhando, de certa forma, um egoísmo meu.

Em 2015 eu tinha como meta largar a carne, mesmo sabendo que essas metas de início de ano nunca funcionam, porém me deparei com um vídeo no facebook da página  O holocausto animal, uma palestra que explicava bem a nossa relação com os animais, depois do vídeo decidi simplesmente parar, sem contar para ninguém, só não colocava a carne no prato e pronto, depois de 2 semanas sem, resolvi falar sobre a decisão e me senti muito mais confiante em seguir em frente.

A mudança de hábitos deve ser mental, se alimentar de tal coisa ou deixar de consumir algo deve ser um ato de prazer, nunca de sacrifício, diversas vezes eu ouvi gente me dizendo que sentia dó de mim, dizendo que eu ia passar vontade, que ia perder o melhor da vida mas única coisa que tenho a dizer para elas que desde o primeiro dia sem carne, não teve um dia que pensei em desistir, não teve um dia que passei vontade, não teve um dia que lutei comigo mesma pra não comer, cada dia para mim sempre foi visto como uma vitória, como uma liberdade, jamais será um sacrifício, na verdade é a ausência dele! Desde então passei a sentir mais o sabor dos alimentos, aprendi a gostar de coisas que não gostava, minha alimentação se tornou mais saudável, meu intestino funcionou, passei a ter prazer e curiosidade pela culinária.

Ainda consumo ovos e leite, mas venho diminuindo, a minha meta ainda é o veganismo, o que uns chamam de sacrifício, outros chamam de liberdade!

A palestra é ótima e muito esclarecedora, questionem sempre, saiam da zona de conforto!

Anúncios

2 comentários em “1 ano sem carne

  1. Perfeito!
    Venho tentando ser vegetariana há anos. Já passei um ano sem comer carne, mas sem orientação nutricional e só comendo porcaria. Daí tive uma baita anemia seguida de uma estafa que me deixou no hospital… Voltei a comer carne, mas depois que meu filho nasceu só aumentou a vontade de mostrar pra ele que é possível viver sem maltratar animais.
    Tenho respeitado meu corpo. Então ainda como peixe uma vez por semana, para desacostumar meu organismo aos poucos. Realmente acho que meu caminho é o veganismo. Aqui em casa já não consumo mais leite e ovos, embora consuma queijo de vez em quando (não consegui ainda achar um substituto para ele…).
    Um beijo!

    Curtido por 1 pessoa

    1. oi Amanda! passei na nutricionista 7 meses depois, felizmente minha saúde estava ótima!
      Sobre substitutos do queijo: da uma olhada no grupo ogros veganos no facebook que tem muita receita fantástica lá, receitas de queijos veganos, tem de tudo, amo aquele lugar (e passo muitas vontades aliás rs), espero que consiga!
      beijos 🙂

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s